O futuro, agora : Handout, Lda.

Barra de Navegação

Este sítio Web conta com ajudas à navegação com tecnologias de apoio.
Pode aceder directamente às área principais da página as seguintes teclas de atalho:

 Homepage > o futuro, agora

Corpo da página

O futuro, agora : Handout, Lda.
 

As novas plataformas móveis

O segmento móvel encontra-se em plena ebulição com várias companhias a tentarem impor a sua visão. Com a Apple a e Google confortavelmente instalados na liderança do segmento, todas as restantes companhias tentam disputar o pouco espaço que resta.

Entre as plataformas emergentes encontram-se projectos apoiados por nome com uma grande influência no mercado da informática, telecomunicações e electrónica de consumo.

 

Blackberry 10

A nova plataforma móvel da RIM (Research In Motion) reune a segurança e robustez tradicional dos Blackberry com um design actual e polido.

blackberry 10    blackberry 10

Com o Blackberry 10 a RIM regressa à linha da frente do segmento móvel com uma plataforma totalmente nova criada em cima do QNX Neutrino que se encontra integrado em milhões de automóveis espalhados por todo o mundo e até nos Space Shuttles da NASA.

blackberry 10    blackberry 10

A base deriva do Playbook OS 2.0 e foi sofreu várias modificações que visavam compatibilizá-la com os terminais equipados com ecrã de dimensões inferiores. A experiência de utilização mantêm-se intocável e mantém todo o ADN que caracteriza os Blackberry ao longo dos últimos anos.
 

Tizen

Depois de se ter gorado a parceria com a Nokia em redor do MeeGo, a Intel decidiu manter a sua linha estratégica que passava pela criação de uma nova plataforma móvel, baseada em Linux, que pudesse ser integrada em smartphones e tables.

tizen tizen

O Tizen conquistou também o interesse da Samsung quevê na nova plataforma uma alternativa viável ao seu BadaOS. A base Linux e o apoio directo da Intel garantem que o Tizen é uma alternativa auto-sustentada ao Android e uma das principais propostas open-source do mercado.

tizen tizen

Desde que foi anunciada a fusão do LiMo Foundation com o MeeGO, do qual resultou o Tizen, o consórcio já passou a contar com o apoio da Huawei, da HTC e da ASUS que planeiam lançar ainda durante 2012 os seus primeiros terminais baseados nessa plataforma móvel.
 

FirefoxOS

O FirefoxOS (ex-Boot 2 Gecko) é a aposta da Mozilla para o segmento móvel e tem no motor de rendering do firefox um dos seus maiores trunfos.

boot 2 gecko    boot 2 gecko

A reputada companhia open source ambiciona criar uma plataforma móvel totalmente baseada na Web que possa servir de base para um nova geração de dispositivos de baixo custo sempre ligados à Internet.

boot 2 gecko    boot 2 gecko

O lançamento comercial do primeiro dispositivo FirefoxOS está agendado para o início de 2013. A filial brasileira da Telefónica - a Vivo - será a primeiro a receber o equipamento criado pela LG para a Mozilla, contando com um alargado conjunto de aplicações HTML 5 desenvolvidas localmente.
ZTE e Alcatel já confirmaram que planeiam lançar dispositivo baseados neste sistema operativo durante o ano de 2013.
 

Jolla

O encerramento da divisão Linux da Nokia, que foi responsável pelo desenvolvimento do Maemo e do MeeGo ao longo dos últimos anos, veio por um ponto final ás aspirações da companhia finlandesa de deter uma plataforma móvel própria capaz de ombrear com as soluções líder de mercado.

O Nokia N9, o único terminal baseado no MeeGo lançado até hoje, recolheu o apoio incondicional de analistas e utilizadores mas acabou por sua uma vítima da nova estratégia da Nokia.
Das 'cinzas' do MeeGo nasceu o Jolla, uma nova plataforma móvel que se apresenta como uma evolução do sistema operativo que a Nokia rejeitou e que continua a ser desenvolvido pela equipa original.

O novo projecto foi abraçado de imediato pela comunidade Linux e os seus dirigentes (todos eles ex-funcionários da Nokia) garantem que já contam com o apoio de pelo menos um fabricantes que os ajudará a fazer chegar ao mercado o Jolla ainda antes do final de 2012.
 

O terceiro ecossistema


O bipólio vivido actualmente no segmento móvel tem vindo a reduzir a margem de manobra e capacidade de intervenção das operadoras móveis que continuam à procura de uma forma de reequilibrar os pratos da balança.

Uma das soluções mais desejadas é o aparecimento de um terceiro ecossistema viável e capaz de ser uma alternativa, mesmo que numa escala mais reduzida, ao Android da Google e ao iOS da Apple.
Várias plataformas têm tentado ocupar essa posição e chamar a si o direito de disputar o mercado com as duas plataformas líder.

As dificuldades encontradas pela Microsoft, Nokia e o Windows Phone são um indicador forte que a criação de uma solução alternativa não será tão simples como seria desejável. Para além dos 'moribundos' WebOS e MeeGo, três novas plataformas auto-propuseram-se a disputar com a Microsoft o desejado terceiro posto do mercado: Blackberry 10, Tizen e Boot 2 Gecko.


Plataforma de aplicações Handout


A Handout já suporta estas novas plataformas móveis através da sua solução para o dsenvolivmento de aplicações em regime de multi-plataforma.
A possibilidade de se partilhar 90% do código ao longo das várias plataformas tem-nos ajudado a manter os custos e timings de desenvolvimentos controlados.

Software multi-plataforma

Software multi-plataforma

Na Handout acreditamos que não deve ser o hardware a definir o tipo de propostas que cada um dos nossos parceiros tem disponível. Especializamo-nos na criação de soluções multi-plataforma como forma de garantir que o utilizador final não terá de abdicar de certos serviços para manter a liberdade de escolher a sua plataforma favorita.

mais

Informação externa

ajudas.com

pcdebolso.com


@2009-2012 Handout, Lda. Todos os direitos reservados
Contactos  |  Política de Privacidade
Sítio amigo do ambiente, alimentado a energia eólica